quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Shiuuuu.26.09



Saudade. Enorme saudade que deixa um vazio que não se preenche, nunca se preenche. 
Tropecei numa mensagem tua de 2009 e foi como se a tivesse acabado de receber. Sorri e imaginei o teu ar desajeitado enquanto a escrevias. Acariciei mentalmente os teus caracóis e senti o calor da tua presença. E chorei. Chorei sem consolo por saber que tudo isto não passam de ilusões da minha cabeça. Chorei por sentir a tua falta, Nuno. Chorei porque acho que nunca ultrapassei a forma como passamos a ser estranhos na vida um do outro. 
Será que és feliz? Será que também pensas em mim, será que sentes a minha falta? 
Volta para trás tempo, volta e trás contigo o meu querido amigo. E deixa-me livrar-me desta tristeza profunda de não te ter por perto. 

Ah, e desculpa-me porque a coragem nunca foi maior. 
Talvez um dia. 
Talvez. 

8 comentários:

Anónimo disse...

Se penso em ti? Sim penso..Se sou feliz? Sim sou...mas não olho para o passado. Haverá sempre pessoas que recordarei com muito carinho.

Beijocas

Nuno

Anónimo disse...

Sabes porque sei que és tu? Porque me deste demasiadas pistas, o desajeitado a escrever mensagens, umas giras e com conteúdo, outras nem por isso, os caracóis, o fato de agora sermos estranhos e pouco ou nada sabermos um do outro. Mas tu sabes que não olho para trás. Não tinha que dar certo, independentemente das culpas. O Cosmos assim não quis, mas deixaste muito de ti em mim, espero que tenha feito o mesmo em ti.

Um feliz Natal.

Nuno

Sara Pinto disse...

Percebo, mas se não conseguires livrar-te dessa angústia procura ajuda.
Mereces ser feliz!
Força!

Anónimo disse...

Nota-se bem o teu sofrimento.
Espero que estejas melhor.

Carla Martins disse...

Vem mesmo de dentro.
Para o bem e para o mal só assim vale a pena.

Anónimo disse...

Acho que escreveste para mim. Saudades terei sempre, foste uma pessoa que me marcou a alma. Mas a vida continua e hoje sou muito feliz, espero e desejo que o sejas também. Tu mereces :)

Anónimo disse...

Puxa, os Nunos são todos assim?? parece carma de nome! poderia ter sido eu a escrever este texto. Os sentimentos eram iguaizinhos (se fosse escrito há uns anos). Seria este o meu texto, o meu desabafo, sem tirar nem por, até as datas batem certo o.O.

Força, não adianta viver com esse pensamento... tenta seguir em frente acreditando que será melhor ainda com outro do que foi com ele ;)

Beijinhos*

Anónimo disse...

Anónima de 4 de Abril..e o resto também coincide? Os caracóis, o ar desajeitado e quanto tempo durou esse amor?