terça-feira, 15 de novembro de 2016

Shiuuuu.15.11




Aconchego

São 21 horas. Estás deitada na sala ao meu lado com a tua cabeça sobre o meu ombro. Olho para ti e adormeceste. Acordaste às 06 da manhã, foste para a faculdade onde estás a tirar Medicina. Saíste das aulas a correr para apanhares o comboio que te trás para o teu emprego onde ficarás até às 20.

Vens para casa, trazes o peso do Curso e os casos complicados que te surgiram no emprego nesse dia. O teu ar é cansado, mas ainda assim sorris porque estás a concretizar o teu sonho.

Enquanto sinto a tua baba inundar-me o peito, experimento um misto de orgulho e de conforto. Orgulho na mulher que está aqui deitada ao meu lado e que luta diariamente pelos objectivos que traçou para a sua vida e conforto por sentir que aqui nos meus braços nada de mal te vai acontecer.

O meu braço começa a ficar dormente, mas não ouso sequer tirá-lo debaixo da tua cabeça; o meu sacrifício comparado com o teu nada pesa.

Quando te conheci fiz-te algumas promessas, todas elas cumpridas até ao dia de hoje. A mais importante que te fiz foi a de que te iria sempre proteger. Quero que os teus sonhos sejam também os meus, que as tuas vitórias sejam também as minhas e que a tua felicidade seja uma constante.

Enquanto dormes, exausta, mas tranquila, recordo tudo aquilo que já me deste. A tua entrega, a tua esperança que muitas vezes me emprestaste por a minha andar perdida.
Antes de chegares a casa, aspirei-a, fiz o jantar, limpei o cocó das nossas gatas, apanhei a roupa que estava estendida e assim tive-te um bocadinho só para mim, sem precisares de fazer mais do que me dares uma hora da tua companhia. Hoje dou mais valor ao Tempo, aproveito os segundos, porque cada segundo é importante. Vives a mil à hora, vivemos a mil à hora, mas quando conseguimos parar e termo-nos um para o outro tudo faz sentido e vale a pena.

Enquanto dormes nos meus braços eu sei que o teu lugar é ali naquele exacto momento e que eu não quereria estar senão ali, junto a ti.

12 comentários:

Anónimo disse...

Que texto tão fofo. Quero um namorado assim. É lindo o teu texto.

Anónimo disse...

Uau! Fantástico...

Anónimo disse...

Que sejam assim felizes durante muito tempo.
Eu também fui como tu, também fiz como tu... e um dia quando a carreira del$ estava no auge e a ganhar muito bem, fui despachad#...

Anónimo disse...

Levanto me as 8h para ir trabalhar. E Ainda conduzo quase 300kms diariamente, viagem de ida e volta, para ir as aulas do mestrado. Chego a dormir apenas 5h por dia.
Tens um irmão? Sou solteira e boa rapariga.

Anónimo disse...

Sou o autor da mensagem. Namoramos há dois anos. Quando nos conhecemos eu já tinha um filho com 3 anos, que ela acolheu com imenso carinho. Trabalho dois fins de semana por mês, portanto nos fins de semana em que estou de folga ela tem de partilhar o meu filho comigo. Aceitou e moldou a vida dela à minha. Não sei o que vai acontecer no futuro, mas o importante é aquilo que sinto agora e sobretudo o que ela me faz sentir.

Anónimo disse...

Realmente aceitar o filho de outras não é fácil.
Comigo nunca daria um homem como tu.

Maria disse...

Like, Like, Like... chama-se a isso Amor, Amor pelo outro, Amor pela Vida... É sempre uma luta mas no fim, vale apena ;)

Anónimo disse...

Ohhh que lindo :)

Anónimo disse...

Há poucos homens e mulheres assim.
Mtas felicidades!!!

Anónimo disse...

Que lindo amor,simples e maravilhoso.Ainda be, que se encontraram,espero que continuem a saber moldar as vossas vidas por muitos anos*

Pedro disse...

Parabéns! A ti por cuidares da tua namorada tão bem e por teres arranjado uma grande mulher. :)
Felicidades. É tudo muito mais fácil quando cuidamos das nossas namoradas com carinho e amor :)

Buxexinhas disse...

É isto... É isto que anseio encontrar! Que declaração lindíssima! Por favor, mostra-lhe... É demasiado bonito para ficar só aqui! Parabéns e desejo-vos o melhor! :)