quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Shiuuuu.09.11


3 comentários:

Anónimo disse...

Compreendo-te bem. Espero que um dia encontres pessoas que se preocupem contigo e que não te esqueçam.

Anónimo disse...

identifico me imenso contigo, sinto exactamente a mesma coisa

Anónimo disse...

Como te compreendo. Também já fui esquecida; "fui" porque o sentimento era meu e agora deixou de ser. Já não me sinto esquecida porque, pura e simplesmente, já não preciso dessas pessoas para estar bem. No início, senti mágoa. Depois, senti raiva. Agora, tanto me faz que me contactem ou não. Sempre tive o meu mundo e, por um momento, elas fizeram parte dele. O meu mundo abanou, mas agora está mais sólido, só comigo, que é o que realmente interessa. Se um dia essas pessoas quiserem voltar a fazer parte dele, a porta está aberta, mas já passou a fase de estar à espera.